Discoteca Básica; 'Natty Dread', Bob Marley & The Wailers (1974)



Discoteca Básica; 'Natty Dread', Bob Marley & The Wailers (1974)

O pop negro contemporâneo, em raros e intensos momentos, cometeu o pecado mais temido por qualquer religião: destruir a fronteira existente entre o sagrado e o profano. Durante toda a primeira metade do século XX, as culturas afro-americanas pareciam distinguir claramente a música divina da música demoníaca. Tanto que vários cantores de blues, no final de suas vidas, se transformaram em reverendos protestantes e passaram a cantar spirituals. Nunca vice-versa. 

O soul modifica esta situação. Ray Charles, Sam Cooke e James Brown uniram o gospel ao rhythm and blues, sem cerimônias. Na Jamaica, final dos anos 60, aparece outra combinação explosiva: os cânticos da religião Rastafari se unem aos ritmos sedutores do Ska e do Rocksteady produzindo o Reggae. Bob Marley foi o principal artífice e divulgador desta nova música. Devoção ou sacrilégio? 

"Natty Dread" é um disco decisivo na carreira de Bob Marley, seu primeiro passo "solo" em direção ao megaestrelato. Inicialmente, os Wailers foram um trio vocal composto por Marley, Bunny Wailer e Peter Tosh. Com esta formação, mais a famosa seção rítmica dos irmãos Barrett (Aston, no baixo, e Carlton, na bateria), eles chegaram a lançar dois LPs internacionais, já pela Island, extremamente bem recebidos pela crítica e pelos músicos de rock (como Eric Clapton, que gravou "I Shot the Sheriff"). Mas, em 74, tanto Peter Tosh quanto Bunny Wailer abandonaram o grupo, falando em divergências ou religiosas, ou políticas, ou profissionais. Bob Marley assume a liderança do que restou dos Wailers (os irmãos Barrett) e começa imediatamente a gravar o álbum "Natty Dread", com a participação dos teclados de Bernard "Touter" Harvey, da guitarra do americano Al Anderson, um naipe de metais e o vocal das I-Threes.


Político e religião, diversão e militantismo convivem problematicamente nos discos reggae. A tensão entre esses opostos é fonte de toda a riqueza musical de Bob Marley. O rastafarianismo tem aspectos interessantes (a reinterpretação subversiva dos textos bíblicos, o combate a todas as formas de opressão, o abandono da esperança no paraíso celeste), mas também possui facetas ingênuas e até mesmo ridículas (maniqueísmo - a Babilônia é a origem de todo mal, milenarismo político, culto a Hailé Selassié). Marley não escapa destas contradições. "Natty Dread" é a melhor prova: seu disco mais brilhante, mais furioso, mais sincero. Ao mesmo tempo, seu disco mais frágil e mais poderoso.


Vários clássicos de Bob Marley estão aqui presentes: a conhecidíssima "No Woman No Cry", a incandescente "Lively up Yourself", o hino rasta "Natty Dread". "Lively up Yourself" e "Bend Down Low" são regravações de hits jamaicanos dos anos 60. "Rebel Music (3 OÕClock Road Block)" é um ataque direto contra os abusos policiais: poderia ser um retrato fiel das favelas brasileiras. "Them Belly Full (But We Hungry)" poderia ser mais uma ressentida denúncia da desigualdade social. Mas Bob Marley dá a volta por cima com versos surpreendentes para quem pensa que reggae é exaltação do sofrimento ou puro lamento: "Esqueça seus problemas/ Esqueça sua tristeza/ E dance."

Instrumentalmente, "Natty Dread" é um disco límpido, cristalino. Muitas das inovações produzidas pelo reggae posterior, do dub à utilização de baterias eletrônicas, já estão anunciadas em suas faixas. Foi através de suas ousadias rítmicas e instrumentais, e não pela filosofia rastafari, que o reggae influenciou todo o cenário pop dos anos 70/80. Mas isto na verdade não é tão importante. Bob Marley, em discos como "Natty Dread", transcendia as limitações do rastafarianismo e o dogmatismo reggae.

Bob Marley fez músicas excelentes. Isto basta. 

Hermano Vianna (Revista Bizz número 14, Setembro de 1986) 

Curiosidades; 'Natty Dread' foi o primeiro lançamento sob a alcunha de 'Bob Marley & The Wailers'. Os anteriores, ainda traziam somente o nome da banda e Marley como um dos membros. Devido a essa mudança, dois dos fundadores do grupo, Peter Tosh e Bunny Wailer, saíram da banda, justamente por não concordarem com a maior exposição que o vocalista principal vinha conseguindo com suas canções. 


Tracklist1.Lively Up Yourself 5:112.No Woman, No Cry 3:463.Them Belly Full (But We Hungry) 3:134.Rebel Music (3 o'clock Roadblock) 6:455.So Jah Seh' 4:216.Natty Dread 3:357.Bend Down Low 3:228.Talkin' Blues 4:069.Revolution 4:2310.Am-A-Do 3:20




Mais informações;

Postagens mais visitadas deste blog

Música + Cinema; 'Cadillac Records', (2008) (Torrent Download + OST MP3 Download)

As Favoritas de... Eddie Vedder (Pearl Jam)

Música + Cinema; 'Some Kind of Monster', Metallica (2004) (Download Torrent)