Música para sentir; 'Idioteque', Radiohead (2000)


Música para sentir; 'Idioteque', Radiohead (2000)

Coloco minha mente no lugar. Espelho. Água. Dias feitos para serem iguais.
Por que deveria ser diferente? Será que eu poderia mudar?
Não, claro que não.
Olá! Tudo bem?
Comida, palavras, comida, palavras.
Novidades que não me interessam.
Espelho, telefone. Coisas irritantes.
Trabalho, tormento, desliguem os celulares!
Trabalho, sorrisos, trabalho, incertezas.
TRISTEZA...TRISTEZA...
poderia sentar e chorar.
Quem sou eu?
Casa, amor, casa, amor.
Prove-me que eu estou errado.
Seria o primeiro erro...
Alguém vai me ligar... alguém vai conversar comigo.
Televisão, mentiras, amor, tesão.
Tudo é tão simples! Casa, trabalho, amor, incertezas.
Dinheiro, potência sexual.
Trabalho, casa, trabalho, casa.
Imagine o que eu estou pensando de você.
Coloque o bebê para dormir! Desligue a televisão.
Eu não aguento mais. Eu preciso de ajuda.
Meu sorriso não te convenceu?
Dia, noite, dia, noite...
Emende meu coração despedaçado.
Comida, casa, olá, bom dia!!!
Minha cabeça num buraco.
Meu carro parou. Minha casa caiu. Meu telefone celular quebrou. Felicidade me enganou.
Feche os olhos.
Comece outra vez.
Olá, bom dia...



This entry was posted on 25 de jun de 2015 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

Leave a Reply