Fábio Cardelli (São Paulo, SP)


Fábio Cardelli (São Paulo, SP)



Fábio Cardelli cresceu entre mesas de som, amplis, equipamentos, programas de áudio, microfones, teclados, baterias, baixos, instrumentos musicais diversos e guitarras, muitas guitarras. Respirou música praticamente 24 horas por dia na sua infância, presente diariamente no estúdio do pai – também músico e produtor musical. Nada mais natural que Fábio tenha aprendido a tocar diversos instrumentos. Hoje em dia, são poucos os instrumentos que ele não saiba lidar.
Apesar de estar estreando como solo, seu envolvimento no cenário musical independente é de longa data. Fundou o Coletivo Escárnio & Osso (2003-2010), uma organização horizontal, envolvendo dez bandas. Enquanto guitarrista e vocalista da banda Wasted Nation lançou o CD “Folclore da Nação Desperdiçada” e excursionou pelo interior de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso, entre 2001 e 2007. Em seguida, com a banda Visitantesapresentou-se em mais de 100 shows em todas as regiões do país. Lançaram o álbum “Na Brasa Fugaz da Cana Queimando” (conhecido como o álbum da lata) e tiveram dois clipes veiculados na MTV, “Jambo!” e “O Castelinho da Rua Apa”.
O seu disco de estreia solo, “A Palavra dos Olhos”,  é a seleção de dez entre mais de trinta canções produzidas entre 2012 e 2014, todas de sua autoria.
As faixas foram construídas na melhor tradição da música pop e demonstram a habilidade de Fábio para criar linhas melódicas inspiradas. Uma atmosfera ligeiramente melancólica de blues perpassa todo o disco, uma ligeira ingenuidade de Jovem Guarda, alguns perfumes brasileiros, algumas declarações de amor ao rock. Porém, ao invés de ressaltar o viés romântico em arranjos de cordas blasé, Fábio optou por deixar suas canções com uma sonoridade propositalmente desleixada, irreverente e “noisy”, protegendo e expressando toda a fúria que existe no amor.

Embora tocando grande parte dos instrumentos, Fábio contou em algumas faixas com a colaboração de músicos de diversas bandas. Ao longo do disco, temos participações de Bruno Paschoal (guitarra, Terno Rei), Guilherme Chiapetta(baixo, África Lá Em Casa), Douglas Godoy (bateria, Vanguart), Carou Araújo (theremins de luz e synths caseiros,Cabezas Flutuantes), Filipe Vianna (teclados e vocais, Watson), o trio de metais Ruben Marley (trombone), Igor Thomaz (sax tenor) e Felippe Pipeta (trombone) – integrantes da OBMJ, ou Orquestra Brasileira de Música Jamaicana – e das vozes de Ale Sater (Terno Rei) e Bea Rodrigues.
As referências e influências de seu trabalho apontam artistas brasileiros como Arnaldo Baptista, Jards Macalé, Mutantes, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Itamar Assumpção. Na esfera internacional, músicos e bandas como Pixies, Sonic Youth, Lou Reed, Jesus and Mary Chain, Frank Zappa, Elvis Costello, Nirvana, The Clash, Morphine, Tune-Yards, Ty Segall e Beck. “A Palavra dos Olhos” foi produzido pelo próprio no Estúdio FC, mixado em Los Angeles por Josh Newell e masterizado por Kiko Klaus, no estúdio Camarada Mixmaster.
O lançamento está sendo feito pela Mono.Tune Records, e além de estar disponível em todas as plataformas de streaming, pode ser baixado gratuitamente aqui.

Confira o vídeo no mais recente single, 'Cat's Eye'.

Popular Posts

Música + Cinema; 'Cadillac Records', (2008) (Torrent Download + OST)

Música + Cinema; 'Some Kind of Monster', Metallica (2004) (Download Torrent)

Disco da Semana: 'Achtung Baby : 20th Anniversary Super Deluxe Edition' (2011)