Discoteca Básica; 'Songs in the Key of Life', Stevie Wonder (1976)


Discoteca Básica; 'Songs in the Key of Life', Stevie Wonder (1976)


Corria o ano de 76 e não havia um único branco, negro, amarelo, azul ou vermelho que fosse que não estivesse tentado descobrir como seria o novo álbum de Stevie Wonder. Razões para tal não faltavam. Stevie vinha de um disco de sucesso - "Fulfillingness First Finale" (74) - e, como havia se transformado num superstar, assinou um contrato milionário com sua gravadora, a Motown.

A mordida do cantor foi forte: 13 milhões de dólares por sete discos, vinte por cento de royalties nas vendas obtidas, além do direito de escolher as músicas do álbum que deveriam virar single. Enquanto a Motown quebrava a cabeça questionando se o investimento teria valido a pena, ele passeava com uma camiseta em que estava escrito: "Estou quase terminando o disco". E que disco.

Quando chegou às lojas, "Songs In The Key Of Life", um álbum duplo acompanhado por um mini-LP de brinde, foi direto para o primeiro lugar das paradas, merecidamente. Songs era a lapidação de todos os trabalhos já feitos por Wonder, alternando canções de amor com temas políticos e sociais. O cantor se via à vontade para pesquisar novos timbres em seus sintetizadores, incrementou a mistura de soul music com jazz, rock, além de construir melodias barrocas.

"Songs In The Key Of Life" abre com "Love's In Need Of Love Today", um tema tipicamente wonderiano: a necessidade de se amar num período turbulento . "Have a Talk With God" afirmava que Deus era o "único psiquiatra que trabalhava de graça". Wonder volta a batucar nos temas sociais em "Village Ghetto Land". Construída sob uma base orquestrada, ela fala dos problemas da pobreza e da degradação social.

O cantor retoma a alegria em "Sir Duke", homenagem ao jazzman Duke Ellington, e "I Wish", em que recorda os tempos "em que era um rapaz desencanado". As músicas foram parar no primeiro lugar na parada da singles da revista Billboard. Em "IsnÕt She Lovely", Wonder comemorava o nascimento de sua filha, Aisha. A música traz um dos mais belos solos de gaita do cantor. "Ngiculela - Es Una História - I Am Singing" ele ataca numa versão trílingüe: interpreta a letra da música em zulu, espanhol e inglês. "Another Star" tem como convidado especial o guitarrista George Benson.

Brilhante, ousado e em algumas vezes cansativo - mesmo as obras-primas têm seu momento de chatice -, "Songs In The Key of Life" permanece intacto, quase vinte anos após o seu lançamento. Basta dizer que as músicas deste álbum constituíram-se no maior filé dos recentes shows de Stevie Wonder no Brasil. 

Sérgio Martins (Revista Bizz, edição 124,Novembro de 1995) 

Tracklist;

Disco 1

  1. Love's in Need of Love Today
  2. Have a Talk with God
  3. Village Ghetto Land
  4. Contusion
  5. Sir Duke
  6. I Wish
  7. Knocks Me off My Feet
  8. Pastime Paradise
  9. Summer Soft
  10. Ordinary Pain

Disco 2

  1. Isn't She Lovely
  2. Joy Inside My Tears
  3. Black Man
  4. Ngiculela -- Es Una Historia -- I Am Singing
  5. If It's Magic
  6. As
  7. Another Star
  8. Saturn
  9. Ebony Eyes
  10. All Day Sucker
  11. Easy Goin' Evening (My Mama's Call)





Mais informações;

Wikipedia EN

Popular Posts

Música + Cinema; 'Cadillac Records', (2008) (Torrent Download + OST)

Música + Cinema; 'Some Kind of Monster', Metallica (2004) (Download Torrent)

As Favoritas de... Eddie Vedder (Pearl Jam)