Discoteca Básica; 'Non-Stop Erotic Cabaret', Soft Cell (1981)



Discoteca Básica; 'Non-Stop Erotic Cabaret', Soft Cell (1981)


Começo dos anos 80 foi marcado pelas duplas de tecnopop. Enquanto os Sparks atormentavam os Estados Unidos no final dos anos 70 com uma visão cômica e freak da modernidade americana, no Reino Unido surgiam os responsáveis pela fusão do tecnopop com outros estilos. Haviam reedições do blues (Yazoo) e referências bregas - a cargo de Associates. 

Mas a dupla mais espalhafatosa e genial foi o Soft Cell, misturando o kitsch com matizes rosa-choque às inesquecíveis e por vezes dramáticas melodias extraídas dos sintetizadores. O máximo do legado de Marc Almond (vocais) e Dave Ball (sintetizadores, tapes e outras geringonças) foi "Non-Stop Erotic Cabaret", uma viagem ao submundo da pornografia, decadência e solidão. Por conta de suas letras sarcásticas, recheadas de contos eroticamente subversivos, Almond se tornou um herói/vilão da cena clubber da época.

Através dos timbres estrategicamente futuristas dos teclados de seu parceiro, o cantor ilustrava suas neuroses, tornando cada faixa de "Non Stop..." um conto inesquecível. Registros como "Bedsitter", a versão imortalizada de "Tainted Love" (originalmente gravada por Gloria Jones), além das sardonicamente ferinas "Sex Dwarf" e "Frustration" - que abre de maneira histérica este clássico dos anos 80 - ostentavam de maneira obsessiva um ponto de vista cínico e ao mesmo tempo romântico dos boêmios e atormentados seres que penavam no anonimato do underground londrino.

Em "Secret Life", Marc, sempre trágico, cantava um infame episódio da vida dupla de um homem casado, imaginando o escarcéu que seria se sua mulher descobrisse sua porção Marilyn. Em "Seedy Films", um de seus personagens participa de um discreto bas-fond numa sessão de filmes eróticos em uma espelunca qualquer - provavelmente nos arredores de Leicester Square. Só que foi na bela "Say Hello, Wave Goodbye" que Almond imprimiu de maneira sublime toda sua teatralidade e sentimentalismo. A música é um dos momentos antológicos da dupla, com os teclados majestosamente orquestrados numa tórrida tentativa de arrancar soluços e lágrimas das almas solitárias.

Dois anos depois a dupla lançou "The Art Of Falling Apart" (em bom português, a arte de se arrasar) e chegou ao fim com o pesado "This Last Night In Sodom". Marc Almond foi exorcizando gradativamente seus demônios com o Marc And The Mambas e discos-tributo a seus ídolos. Dave Ball se afundou na tecnologia de ponta com os seus projetos "English Boy On The Love Ranch" e com o atual "The Grid". No ano passado, Almond conseguiu algum destaque em revistas como Attitude e Gay Times numa retornada do high energy, seguindo os passos de seu coleguinha Jimmy Sommerville. 

Luiz A. Pecora (Revista Bizz, edição 130, Maio de 1996)

Tracklist (Deluxe Edition)

1. Frustration
2. Tainted Love
3. Seedy Films
4. Youth
5. Sex Dwarf
6. Entertain Me
7. Chips on My Shoulder
8. Bedsitter
9. Secret Life
10. Say Hello, Wave Goodbye

Bonus tracks :

11. Where Did Our Love Go ? [B-side Tainted Love]
12. Memorabilia [B-side A Man Can Get Lost]
13. Facility Girls [B-side Bedsitter]
14. Fun City [B-side 12" Say Hello, Wave Goodbye]
15. Torch [non-LP single]
16. Insecure Me [B-side Torch]
17. What ? [non-LP single]
18. ....So [B-side What ?] 


Mais informações;

Postagens mais visitadas deste blog

Música + Cinema; 'Cadillac Records', (2008) (Torrent Download + OST)

Música + Cinema; 'Some Kind of Monster', Metallica (2004) (Download Torrent)

As Favoritas de... Eddie Vedder (Pearl Jam)