Música para sentir; 'Tired of being Alone', Al Green (1971)


Música para sentir; 'Tired of being Alone', Al Green (1971)

Acorde. Olhe no espelho. Um café da manhã e o jornal do dia.
Caminhos iguais que não fazem diferença.

Banho, roupas, 'tchau', trabalho.
Os olhares estão em todos os lugares, mas você não está. Por que é tão difícil te encontrar! Em cada aresta, em cada sala, nada além do igual. Incomoda. E muito!
A fila do cinema é sempre a mesma. A noite é sempre a mesma. Baladas, pessoas, chuva e a valeta até o amanhecer.
Alguém está aqui perto para me ajudar? Quanto eu preciso pagar?
Á cada momento, eu vejo mais e mais o tempo passando. Tranqüilo e rápido. Não espera você chama-lo de volta.
Crise de meia idade? Talvez... Confortavelmente sozinho. Peculiarmente dependente.
Sexo e amor não estão combinando.
Amizade e sexo também não.
Amor e amizade? E o sexo?
Talvez estejamos apenas cansados de ficar sozinhos á noite assistindo TV. Vida sem sentindo. Beijo sem amor. Tesão sem sexo. É... é nisso que dá...


This entry was posted on 28 de jul de 2016 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

Leave a Reply